Minimalismo na decoração – Estilo minimalista

//Minimalismo na decoração – Estilo minimalista

Minimalismo na decoração – Estilo minimalista

O estilo minimalista de vestir, viver e decorar anda muito em moda nos últimos anos, sendo que muitas pessoas levam esse estilo como um lifestyle.

História

Diz-se que surgiu no período difícil pós-Segunda Guerra Mundial, em que muitas pessoas perderam tudo ou quase tudo e tiveram de aprender a viver com pouco.  Ele veio numa série de movimentos artísticos e culturais no início do século XX, tendo influência também japonesa e os designers aderiram ao estilo por volta de 1980. O estilo minimalista também pega alguns elementos do Design Industrial e do estilo Escandinavo.

Ambientes minimalista tendem a conter o essencial, aliando a estética, conforto e funcionalidade. Cada móvel, objeto e elemento tem a sua função e razão de existir no cômodo.

 

 

Pontos importantes desse estilo

– organização: tudo tem que ter o seu lugar, e quando não estiver sendo utilizado, deve estar guardado.

 

– difusão da luz natural usando muitas janelas e vidros para que a luz entre no ambiente

– As linhas são retas  e simples

– Pouco uso de cores que se restringe ao branco, preto, cinzento e alguns tons neutros (castanho, azul, verde…). Quanto mais claro melhor.

 

 

–  A mobília deve ser clean, servido como funcional e decorativo. O mobiliário exerce uma função central na decoração minimalista. Esse estilo não significa ser simples, pelo contrário. São valorizados poucos e bons móveis, estando presentes os de design. São valorizados espaços livres para facilitar as tarefas diárias.

– portas e gavetas sem puxadores, usando cava ou fecho toque. Evitam-se as prateleiras abertas, e se existirem são poucos os adornos expostos.

 

 

– Os electrodomésticos acabam por assumir o papel de um objeto de design ou até de obra de arte , ficando a vista apenas os que mais utiliza.

– a limpeza do ambiente é um dos aspectos chave da decoração minimalista. É ela que remete

a sensação de relaxamento e conforto típicas desse estilo.

 

 

– Na iluminação são usadas peças de embutir evitando pendentes rebuscados.

– Os materiais usados são: madeira, vidro, inox, cromado, espelho, pele, mármore e granito. No chão, o destaque vai para a madeira, concreto, pedra ou ladrilho natural.

 

– Evita-se uso de estampas e texturas.

 

Como vimos, é o estilo: Menos é mais!! Para aplicar o minimalismo na sua vida, você pode aplicar o método declutter ou destralhe, que consiste em avaliar os seus pertences e manter apenas o que te traz felicidade, e que é realmente necessário. Um ambiente com poucas coisas não é necessariamente um ambiente sem vida, ou sem graça, mas sim um ambiente que tenha o essencial para trazer conforto e funcionalidade.

By | 2017-11-04T02:38:31+00:00 setembro 11th, 2017|Uncategorized|0 Comentários

Deixar Um Comentário